sábado, 6 de setembro de 2014

#98 | A Ilha de Kansnubra e o Portal Perdido - Andrews Ulisses

Olá meus queridos leitores e blogueiros, como estão?
Depois de tanto tempo, vim aqui trazer para vocês a resenha de um ótimo livro nacional, A Ilha de Kansnubra e o Portal Perdido, do autor parceiro Andrews Ulisses. Já vou adiantar que é um livro bastante emocionante, vale a pena conferir a resenha!

Sinopse:


Garley é um tímido estudante de dezesseis anos que encontra um misterioso medalhão de ouro e é transportado a uma ilha chamada Kansnubra. Localizado no enigmático Triângulo das Bermudas, este fantástico lugar é palco de mago, bruxas e dragões. Para encontrar o portal perdido e retornar a sua vida normal, Garley deverá criar coragem e cumprir uma missão. Com a ajuda de Aldrich, Johnny, Laura, Jorge e Alix, eles partem em direção ao Monte Tylan, mas monstruosas criaturas e poderosos inimigos cruzam o caminho dos jovens. Será que Garley conseguirá enfrentar seus medos e alcançar o objetivo?







Resenha:


Bem antes de entrar em contato com o Ulisses já tinha visto seu livro em vários lugares, e lido resenhas em inúmeros blogs literários, mas por algum motivo eu não fui atrás do autor demonstrar interesse pelo seu livro, o que é muito estranho, pois quando vejo um livro nacional que tem um bom trabalho vou em seguida falar com o autor. No final de julho decidi que já estava na hora de eu entrar em contato com o Ulisses, e depois de uma boa conversa fechamos parceria. Recebi o livro no início de agosto e fiquei muito ansioso para devorá-lo, mas só tive a oportunidade no final do mês, e foi uma das melhores leituras do mês.

Não sou fanático por fantasia mas as vezes gosto de me aventurar em uma. A Ilha de Kansnubra me fez perceber que eu deveria dar mais chances para esse gênero literário, pois percebi que enquanto lia não conseguia pensar em parar.

Garley é um humilde garoto, com uma família simples, e que sofre bullying na escola por valentões. Um certo dia, enquanto voltava para casa depois da escola ( numa forte chuva) encontra um objeto muito brilhoso na rua. Era um medalhão. Tinha um brilho muito incomum e havia símbolos muito estranhos nele. Logo veio em sua mente se aquele medalhão seria de ouro, pois se fosse, aquele simples objeto poderia mudar a situação financeira de sua família. Por tanto, o levou para casa.

De uma maneira inusitada envolvendo aquele medalhão, Garley vai parar em uma fantástica ilha – não encontrada no mapa –  chamada Kansnubra. Essa ilha é dividida em 5 cidades, com 3 grupos diferentes. Os Pelvins, os Lugans e os Estrangeiros.

Kansnubra era uma ilha muito rica, e assediada por outros povos. Pensando em proteger a ilha, um antigo mago muito poderoso encantou a ilha, ocultando-a para o mundo exterior, fazendo com que ninguém conseguisse entrar nem sair.

Agora, mais perdido e confuso do que nunca, Garley decide explorar mais essa ilha e tentar arrumar uma maneira de conseguir voltar para sua cidade. Ele termina indo para na casa do mago Aldrich para pedir socorro, e lá mesmo ele descobre mais sobre o brilhante medalhão que era responsabilidade do mago. O medalhão serve para atravessar um portal até Kansnubra ou para o mundo exterior. Mas não se sabe onde fica esse portal que serve para atravessar, mas há uma grande possibilidade desse portal estar sob domínio do vilão já desaparecido, Zallezeres.

Garley está totalmente disposto a ajudar a encontrar esse portal, para assim voltar para casa. E assim, ele enfrentará enormes aventuras juntamente com seus mais novos amigos.

Na minha opinião, a Ilha de Kansnubra é pura diversão. É um livro amplo, escrito de uma maneira muito simples e bastante inspiradora. Até confesso que em alguns momentos do livro pareceu que eu estava lendo A Viagem do Peregrino da Alvorada, do C. S. Lewis, mas é um livro que eu gosto então me fez gostar ainda mais do primeiro livro do Andrews Ulisses. Estou contando os minutos para ler o próximo volume da série, porque aquele final... AAH, QUANTAS PERGUNTAS!!!

Quanto a edição, não tenho o que reclamar. A capa está belíssima, as páginas são amareladas, ótima diagramação... Bom, parabéns para a Novo Século, e também para o autor, por ter escrito uma história muito divertida.

Nota:
     


Bom, espero terem gostado da resenha. Deixem a sua opinião sobre o livro aqui nos comentários, assim que possível responderei todos.

Att,

Lazaro.

6 comentários:

  1. Tive o privilégio de ler esse livro, fiquei ansiosa pela continuação. Andrews está de parabéns pelo livro!
    Adorei saber sua opinião, parabéns pela resenha
    Beijos

    Relíquias
    http://reliquiasaline.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Aline!
      Pelo visto, o livro conquistou muitos leitores, pois como nós dois, várias outras pessoas que falei também estão muito ansiosas pela a continuação!
      Abraço! ;)

      Excluir
  2. Muito obrigado Lazaro Renatinho e Aline pelo apoio e carinho e parabéns pela ótima resenha!
    Muito sucesso para o blog! Um forte abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou eu que sou grato por você ter confiado em mim para poder divulgar o seu trabalho! ^^
      Abraço! ;)

      Excluir
  3. Olá!
    Eu terminei d ler esse livro recentemente, o autor também é parceiro do meu blog.
    Eu achei o livro muito bom também, principalmente pelo final, também achei a escrita bem simples.
    O único problema da edição pra mim foi a revisão, que não estava tão boa, tirando isso estava perfeita!
    Pretendo fazer resenha em breve.
    Beijos | http://curtindoavidalendo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Como eu já disse, eu adorei o livro. E concordo com você a respeito de uma revisão, pois a Novo Século sempre tem esse probleminha.
      Abraço! ;)

      Excluir