sábado, 7 de dezembro de 2013

#71 | A Lenda do Lago Dourado - Edson Vanzella Pereira

Olá meus queridos leitores e blogueiros, tudo bem?
Bom, hoje eu vim mostrar a vocês um pouquinho do que achei sobre o livro A Lenda do Lago Dourado do  Edson Vanzella Pereira, que recebi de parceria da editora Dracaena. O livro é regular, vale a pena conhecer um pouco mais sobre a história, porque para mim o livro... mas para você, leitor, o livro pode ser... Confiram!

Sinopse:

Os Baltimore são uma típica família de uma pequena e pacata cidade norte-americana. Tudo muda para eles quando o filho mais velho, David, com 15 anos de idade, passa em primeiro lugar no Concurso nacional de Superinteligentes do Governo Americano. Reconhecido como o novo grande gênio da nação, ele é contratado pelo governo para uma carreira de cientista. Mas, em sua primeira missão, envolve-se em um misterioso acidente que o deixa entre a vida e a morte. Srta. Marshall, agente do governo, responsável pela missão, sente-se culpada pela tragédia. Max, o irmão mais novo de David, com a ajuda da Srta. Marshal, começa a investigar secretamente as circunstâncias daquele trágico e enigmático acontecimento. Na procura por respostas, eles se envolvem em aventuras perigosas, eletrizantes, e acabam descobrindo que, por trás de fatos aparentemente sem ligação, há uma trama cruel em curso. Como pano de fundo, ainda temos uma misteriosa lenda envolvendo um lago conhecido como Lago Dourado, que vai eleger nada menos do que o próprio Max para uma missão vital ao lhe transmitir o Poder da Luz: localizar e destruir o Agente Negro, que é o mentor intelectual desse complô maligno que está pronto para eclodir.

Resenha:

Começamos o livro conhecendo a humilde família Baltimore, essa simples família mora na cidade Morangovilles – que é uma cidade inventada pelo próprio autor –, lá nos Estados Unidos da América, que é conhecida por ter uma enorme produção de morangos, por isso  tem esse  nome. Com praticamente a mesma rotina todos os dias, os moradores dessa cidade ficaram muito surpresos esses dias...

O governo dos Estados Unidos da América criou um programa Superdotado para qualquer jovem que tivesse um QI bastante elevado e qualquer jovem que morasse no país teria a chance de participar. O filho mais velho da família Baltimore, David,  topou participar, porque uma chance dessas é simplesmente imperdível. Quando todo o país recebe uma noticia surpreendente: David obteve as maiores notas de todos os tempos nesse teste!

Com a grande noticia a todas as pessoas, o governo é obrigado a criar um programa só para ele que é chamado de “Agente Zero”, e assim o David torna-se um agente do governo e vai viajar pelo mundo todo fazendo missões especiais. Antes do David aceitar entrar no governo, ele recebe um convite muito bom do Jobe –  chefe do seu pai –  que dizia que se ele quisesse trabalhar na Moranreal ele ganharia o triplo de que o governo dos Estados Unidos poderia dar a ele, e após esse convite é claro que o David ficaria com dúvida em o que escolher: “trabalhar para o governo ou  trabalhar na Moranreal e ganhar o triplo de que o governo pode dar?”

Com tudo, não seria spoiler dizer que o David recusa a proposta de Jobe, já que isso acontece logo nos primeiros capítulos do livro. Em sua primeiríssima missão ele vai  viajar para a China e para o Brasil, acompanhado pelo pai e por sua agente, Brenda Marshall. Na China, conseguimos perceber que o David se sente um pouco arrependido de ter escolhido ficar com o governo, porque ele não faz mais nada além falar mal do seu trabalho. Quando o David chega no Brasil, mais exatamente no Rio de janeiro acontece o pior.
Enquanto estavam em um restaurante eles ouviram tiros e ficaram apavorados, a policia estava perseguindo um carro no meio da rua e soltavam tiros para todos os lados, quando de repente o David é baleado na cabeça, mas ele não morre, ele fica em coma. A parti daí tudo começa a mudar na família, tudo mesmo!

A família Baltimore não se conforma com esse tiro que o David levou, todos ficam muito chocados... Nesse meio tempo  o pai de David,  Peter, conta uma história a Peggy, a irmã de David, ela conta sobre a Lenda do Lago Dourado e a Peggy tem muita vontade de conhecer esse lago, já que ele existe e o proprietário desse Lago é o Jobe, o cara que queria que o David trabalhasse para ele, um cara muito mau.  A mãe deles pediu ao Jobe para passar uma tarde nesse lago e ele liberou, então Peggy, Liza e Max ( o irmão de David) vão passar uma tarde nesse lago e o Max termina descobrindo uma coisa: Max é um Guerreiro da Luz!

Daí já está dando para perceber que as coisas vão tomar um rumo diferente e é claro que para vocês ficarem por dentro do que irá acontecer, terão que ler o livro. Tenho que dizer que foi um dos livros mais previsíveis que já li ou o mais previsível, sem brincadeira, desde as primeiras 50/100 páginas eu já tinha mais ou menos uma noção do que iria acontecer no final, e olhem só, eu estava certo. Eu odeio quando um livro é previsível, porque é como se não tivesse graça, e isso contou muito na hora de dar a nota ao livro. Não estou dizendo que o livro é ruim, mas também não é maravilhoso.

O livro tem uma edição bastante legal, uma das minhas edições favoritas. A capa é mole, têm orelhas, folhas amareladas e com boa qualidade, letras grandes e bem escuras, tem espaçamento duplo, e no final tem uma dica de livros da editora. Parabéns à editora Dracaena por produzir uma edição tão boa!

Nota:


Bom, se já leram o livro digam o que acharam sobre ele, falem se ficaram interessados, divulguem seus blog, façam o que quiser!

Att,
Lazaro.





2 comentários:

  1. Bah.

    O livro tem que surpreender a gente rs.
    Começar lendo já sabendo como termina perde a graça.

    ResponderExcluir
  2. Né, o livro ficou muito sem graça.
    Eu tinha muitas esperanças quanto o livro, mas quando comecei a leitura fiquei muito decepcionado, é tanto que eu demorei praticamente 1 mês para lê-lo. Acho que o autor tem que trabalhar um pouco mais na sua próxima história e parar de enrolar a história.

    ResponderExcluir