sexta-feira, 20 de setembro de 2013

#56 | A idade do sangue: Agnus Dei - Ju Costa

Olá meus queridos leitores e blogueiros, como estão?
Bom, como vocês já viram hoje eu vim apresentar minha resenha do livro: A idade do sangue: Agnus Dei, da nossa queria e linda autora parceira: Ju Costa. Eu li a edição que a própria autora fez, e na minha opinião ficou bem legal, juntamente com a história que nos é apresentada, que é mais legal ainda. Se quiser saber um pouco mais sobre a autora veja uma entrevista que fizemos com ela: ENTREVISTA!

Sinopse:


Em A Idade do Sangue, podemos acompanhar a jornada de vampiros antigos, monstros sedutores. A jornada de recém transformados, como nossa personagem principal - que de forma alguma se encaixa no papel de heroína - e das pessoas que convivem com tais seres. Trazendo a tona uma lente psicológica e com um nível maravilhoso de verossimilhança a uma série de acontecimentos, que são nada além de naturais, se você considerar possível a existência do fantástico e do maravilhoso. Partindo dessa nova premissa - passando por uma filosofia Dostoévicista e bebendo de fontes profundas como a literatura de Saramago e jovens como J. K. Rowling - Ju Costa constrói um livro mais cativante e inspirador a cada página e deixa um gostinho ferroso de quero mais ao final de cada capítulo.



Resenha:

O livro começa com um belo prefácio, que me fez querer ler o livro ainda mais; depois temos um prólogo, que é simplesmente perfeito; depois a história começa e começa de uma maneira tão boa que quando acabei o primeiro capítulo fiquei apaixonado pela bela escrita da Ju, e cheio de dúvidas para saber se o que eu tinha lido era verdade... Se eu tinha entendido direito...!? Então li o segundo capítulo que é ainda mais perfeito, mais, mais... SEM PALAVRAS!

Para falar a verdade, eu demorei um pouco para entender a história do Agnus Dei, porque são muitos nomes, vários lugares, já dá para perceber que são muitos personagens, mas o mais complicado é que o livro fala um pouco da história de cada um deles, mas no final pude ter uma boa conclusão dos acontecimentos.



O livro mostra um mundo em que os seres humanos vivem, ou melhor, interagem com vampiros. E nesse mundo há algumas organizações que servem para defender os seres humanos dos seres sobrenaturais que matam humanos. Como há várias organizações é claro que sempre terá as melhores, nesse caso não é diferente. As melhores organizações são Aset e Agnus Dei, as duas são bem fortes, porém rivais.

A Aset está passando por problemas, que está deixando a Thereza – a líder do grupo – sem saída, onde só há 2 formas de escolher a próxima pessoa para ser o líder desse grupo:

1) Quando o líder atual passa para outra pessoa (que foi o que aconteceu com a Thereza).

2) Quando a reencarnação de um fundador é encontrada.

Como tudo está dando errado, a Thereza manda Maasi (que eu adaptei para “Amasse”, não sei o porquê)  – um vampiro ligado a ela por um pacto de sangue, e que a odeia - seguir a Julie (que é um caso de reencarnação) que, quase ia sendo morta, mas foi salva por Maasi (ou Amasse), que imediatamente a transformou em vampira.

Uma coisa que eu achei super digna, é que as mulheres – Julie e a Thereza – tem personalidades fortes e boas. Os homens também tiveram um bom desempenho, todos bem criados. As cenas criadas pela autora são perfeitas, o que os personagens sentem nós conseguimos sentir... Vale lembrar que o livro trás uma cena de sexo, entre as páginas: 231 e 232, é bom avisar, pois há pessoas que não gostam desse tipo de cena, mas comigo não houve nenhum problema. O final do livro é perfeito, está me fazendo roer as unhas de tanta ansiedade pela continuação.


A qualidade do livro é muito boa, tem orelhas, a capa é bem legal, as páginas são brancas e boas, tem espaçamento, no inicio de quase todos os capítulos há uma citação, tem algumas imagens, e eu só encontrei alguns errinhos, mas não é nada que irá fazer um choque na leitura. Enfim, a Ju está de parabéns!!!



Nota:


Bom gente, espero que tenham gostado, se já leram o livro digam o que acham sobre ele, se não leu o livro diga o que achou, deixe seu blog nos comentários... Enfim, fique a vontade!

Att,

Lazaro.

2 comentários:

  1. Estou tão saturada de livros sobre vampiros, mas esse realmente me chamou atenção. Ótima resenha!

    Vanessa B. Freitas,
    Buttercup de Galocha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fealmente, o livro é muito bom. Dê uma chance para ele, garanto que você vai curtir! ;)

      Excluir