sábado, 6 de julho de 2013

#38 | Sohuem - L.E.Haubert

Olá pessoal, eu (Jonathan) estou aqui trazendo a resenha do livro da nossa autora parceira. L.E.Haubert. Esse é o segundo volume da trilogia da meia noite.



Número de páginas: 248 | Autora: L.E.Haubert
Editora: Novo Século| Ano: 2012 | Gênero: Fantasia/Aventura | 1ª Edição


Sinopse: Desta vez os heróis não estão sozinhos. Os deuses despertaram ávidos para intervir na rebelião de seu mundo. Os cristais, frágeis, e a loucura começam a bailar pelo ar, os embates se elevam. Volker está fortalecido. Um inimigo, mais antigo que os carvalhos de Fairland, acorda pronto para desintregar a ordem. Perseverar é essencial, porém, respirar dói, e eles sabem disso. São testados, torturados e enfeitiçados o tempo todo. Como lutar contra o que não se consegue ver? Com os nervos à flor da pele, o intimo transparecerá, novas companhias surgirão ao passo que outras padecerão. Venha desvendar os lugares por onde Kalí, Draco e Lucas andam. Conheça os novos portadores e descubra as chaves para a redenção. Cuidado, nada é o que parece ser, principalmente nos tempos soturnos de Arrarock.

Resenha: Sohuem é o segundo volume da trilogia da meia-noite, o primeiro volume é Calisto que já tem resenha aqui no blog (aqui). Nesse primeiro livro conhecemos Draco, Lucas, Volker e as insígnias, quem cada um é e o que eles representam na trilogia vocês saberão lendo a resenha de Calisto.

Nesse segundo volume conhecemos novos portadores das insígnias, Corvina a portadora do fogo e Kali a portadora da água. Dessa vez os portadores não estão sozinhos nessa missão de destruir ou ajuntar as insígnias (eu ainda não sei o que eles realmente querem fazer com esses objetos) eles contam com a ajuda dos deuses, todos eles contra Volker. Mas Draco, Lucas, Corvina e Kali não esperavam por outro inimigo. É por mais incrível que pareça você não leu errado, sim dois vilões. Para mim isso é inédito, é meu primeiro livro que tem dois vilões. Mas quem é o segundo vilão Jonathan? Calma, vou falar um pouco sobre ele, mas primeiro vou me aprofundar nas aventuras de Corvina e Kali.

Corvina está em uma espécie de deserto – não exatamente um deserto, mas um lugar que faz muito calor - Ela está suada e com muita sede, beirando a loucura quando sua insígnia começa a arder no bolso. E de repente ela ver o seu corpo começando a arder e pegar fogo e se transforma em uma FÊNIX. Uma cena muito bonita acontece quando ela começa a voar, voa sobre as montanhas do deserto, deixando o céu colorido – cor de chamas – quanto menos ela esperava, começa a se desfazer em cinzas e cai nua do céu dentro de um bosque entregando a vida a própria sorte. Nessa parte ela conhece Gared, um garoto aparentemente comum e que vai ajudar Corvina, mas durante o livro você irá perceber que ele não é tão santinho. Com a ajuda de um deus, Corvina traça um caminho que até agora eu fiquei um pouco confuso se é realmente o certo. Corvina é uma verdadeira “garota em chamas”.

Kalí a elfa, sobrinha do sangue real, chefe das tropas da instância dois, portadora da insígnia elemento água, armeira mestre. Nesse livro Kali será a grande ajudante e companheira de Draco nessa difícil missão, ela é um verdadeiro mistério. Uma grande guerreira e relutante na hora de revelar seus sentimentos, só que todo leitor vai perceber que rola um love dela pelo Draco. Eu só não gosto dos capítulos dela, porque são os mais filosóficos e arrastados e muitas vezes difícil de entender. Mas isso passa. Draco se mostra muito mais maduro ao lado dela, e também um cavaleiro destemido e muito corajoso. Lucas e seu dragão-fêmea Niege estão perdidos. No primeiro livro acontece uma coisa - que eu não posso contar – que separam Lucas, Kali e Draco. E mais uma vez com a ajuda dos deuses, Lucas consegue achar o seu caminho.

O segundo vilão é o terrível e assustador Rhaegar, ele é o portador da insígnia do espirito. É aí que mora o perigo, um dos poderes dessa insígnia é poder sair do corpo e convocar exércitos de MORTOS. Aí você se perguntar, como lutar contra o que não podemos ver? É muito complicado e o que piora a situação é que Rhaegar quer se vingar de todos, inclusive Volker.

Um dos momentos mais legais do livro é quando Draco lidera uma tropa na guerra contra os Racis e faz um discurso de guerreiro: [...] Vocês sabem o motivo de estarem aqui? Não estão aqui para me defender. – Ele apontou para o próprio peito. – Não estão para defender a si mesmos, ou para defender as mulheres, as crianças e os idosos. – Apontou para a cidade. – Isto vai além, vocês estão aqui para brigar pelas almas, pela terra, pela eternidade, pela liberdade, porque quando as criaturas pisarem na linha das escrituras – gesticulou ferozmente apontando para o traçado – jamais terão paz se não vencerem. [...] (É tipo um: Nesta noite, iremos jantar no inferno!!!)

A narrativa da autora deu um salto olímpico, ficou muito mais rica e ao mesmo tempo mais complicada. Nivél Tolking (não, a do Tolking é mais difícil). Os erros de revisão são bem menores, só percebi algumas palavras faltando acento mais tudo bem. A capa – assim como a de Calisto – é muito linda. E o livro termina sem desfecho, assim como o primeiro e a editora poderia fazer edição única. Eu gostei desse livro e não vejo a hora da continuação ser lançada, de nome Magi.

Nota:



Site da Autora
O livro está disponível em várias lojas: (aqui você pode ver o preço na Saraiva, Siciliano, Travessa...)


Saiba um pouco mais sobre a Autora, na entrevista que fizemos com ela nesta última quinta-feira (04).

Ke Y Der u Viena at Dennuiu...
(tem a haver com o livro, significa: “Que a natureza derrube sobre vocês as bênçãos.”)

Jonathan Freitas

Até a Próxima

10 comentários:

  1. Fico feliz por você ter gostado, tenho Sohuem mas ele tá no cantinho da espero. Graças a Deus os erros de revisão diminuem, ufa, e parece que ele é bem melhor que Calisto, vamos ver. o fato de terminar sem desfecho tbm me incomodou um pouco mas faz parte kkk
    Super Abraço, Victor Rosa
    encantosparalelos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro não ter um desfecho não me incomodou, até porque tem o 3° livro.

      Excluir
  2. Oi!
    Gostei da sua resenha! Estou com o livro aqui na estante e vou tentar ler ainda esse mês.

    BjO
    http://the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Acredita que eu não conhecia esse livro muito menos a trilogia? :O Me senti desatualizada agora.
    Mas já super curti a indicação, é exatamente o tipo de temática que eu ADORO. *-*
    É sempre bom quando um livro dá um salto em relação ao anterior, não é? Isso significa que a autora se empenhou ainda mais. :)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se atualize e leia a trilogia... Você vai adorar :)

      Excluir
  4. Oi,
    O livro no geral não me interessou, mesmo assim vou procurar saber mais sobre ele.
    Beijos,
    Yasmin
    deitadosnagrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hum... Que pena né? Mas, cada um com seu gosto literário.

      Excluir
  5. Oi, Jon, vi seu recado ontem mas não pude vir de imediato estava muito cansado do dia, enfim, cá estou eu!

    Eu preciso ler Sohuem, né, pra saber o que acontece, pois Calisto acaba e tudo fica no ar, e aí o que aconteceu?

    Espero gostar muito mais de Sohuem do que de Calisto e gostei de saber do segundo vilão, uma novidade bem legal para dar uma movimentada, ainda mais, nesta trama fantástica.

    Tem um post especial pra mim lá no blog e gostaria de te agradecer, olha lá que você entenderá porque.

    Abraços.

    Uma dose de palavras.
    http://uma-dose-de-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :) Leia Sohuem... E amei a surpresa, parabéns mais uma vez :D

      Excluir